Folha da amoreira na fitoterapia chinesa

Nuno Lemos ELIMINAM VENTO-CALOR 3 Comments

Folha da amoreira na fitoterapia chinesa

Nome Chinês

Sāng yè

Nome farmacêutico

Folium Mori Albae

Nome Botânico

Morus Alba L.

Cultivo

A folha da amoreira é cultivada por toda a China.

A colheita é feita de Outubro a Dezembro, após a primeira vaga de frio.

Classificação na Medicina Chinesa

A folha da amoreira é classificada como droga que liberta o exterior. Trata padrões de vento-calor.

Propriedades

Natureza fria

Sabor doce: sabor doce aliado à sua natureza fria indica a sua capacidade de eliminar calor e humedecer.

Sabor amargo

Esta planta tem uma qualidade leve o que facilita as suas acções de elevar e consequentemente de ajudar a dispersar os factores patogénicos externos.

Meridianos/canais onde actua

A folha da amoreira atua nos canais do pulmão e fígado

Padrões clínicos

Vento-calor

Calor no fígado: esta planta é de eleição no tratamento de problemas oculares. Por isso muitos autores referem esta indicação clínica juntamente com os padrões clínicos mas separados destes.

Indicações clínicas

Vento-calor: febre, dor de cabeça, dor de garganta, tosse seca (importante no tratamento da tosse), língua vermelha.

Calor no fígado: congestão das conjuntivas, problemas oculares associados a calor do fígado ou vento-calor como hiperemia ocular (olhos quentes e também se apresentam vermelhos), tonturas e cefaleia.

Contra-indicações

a folha da amoreira não apresenta nenhuma contra-indicação de significância.

Outras informações

Não tome folha da amoreira sem o conselho de um especialista em MTC.

BIBLIOGRAFIA

BENSKY, Dan; GAMBLE, Andrew; Chinese Herbal Medicine Matéria Medica; ed. Eastland Press, ed. revista, ISBN 0-939616-15-7; 1993, Seattle.

GUILLAUME, G.; CHIEU, Mach; Pharmacopee et Medecine Tradicionelle Chinoise; ed. Des Iris, ISBN : 2-901696-40-6, 1987.

YU, Chen Song; Fei, Li; Guia Clínico de Ervas e Fórmulas na Medicina Chinesa; ed. ROCA; 1ª edição; ISBN: 85-7241-140-2; 1996; São Paulo.

ZHIXIAN, Long; The Chinese Matéria Medica; Beijing University of Tradicional Chinese Medicine, ISBN 7-5077-1269-9; 1998, Beijing

Comments 3

  1. Bom dia Nuno.

    Estava navegando pelo seu site e achei interessante alguns artigos expostos. Será que você teria algum artigo ou até mesmo um site que aborda o tratamento fitoterápico chinês para transtorno de fobia social?
    Agradeço o espaço disponível para troca de idéias e informações.

  2. Post
    Author

    Boa tarde karina
    Infelizmente não tenho nada relacionado com fitoterapia e fobia social. Estou a pensar desenvolver uns textos futuros sobre fitoterapia e doenças – na mesma linha que fiz para a acupunctura. Mas ainda não tenho nada.
    Obrigado e grande abraço

Deixar uma resposta