dor na coluna e tratamentos de acupuntura

ABSTRATO

Paciente do sexo feminino, com 63 anos. Recorreu às consultas de acupuntura devido à existência de dor intensa ao longo da coluna que afectava membros superiores e membros inferiores.

A paciente apresentava um historial clínico bastante complicado sendo que o objectivo da paciente era o alívio das dores e a melhoria da qualidade de vida.

Ao todo foram realizadas 5 consultas. Ao final das 5 consultas não se observara nenhum efeito visível no tratamento da dor e a paciente foi aconselhada a desistir do tratamento.

BannerFans.com

CASO CLINICO

 

1ª CONSULTA DE ACUPUNTURA

Exames médicos

OSTEODENSITOMETRIA

L1 a L4 revela osteopenia de acordo com OMS (T score: -1.0)

No fémur proximal a densidade mineral óssea é normal de acordo com os critérios da OMS.

Conclusão: valores de densidade mineral óssea de osteopenia segundo os critérios da OMS. Salienta-se, ainda, diminuição significativa da densidade mineral óssea na coluna lombar e fémur wwsquerdo.

 

RX COLUNA CERVICAL 2PP

Rectificação cervical.

Canal raquidiano congenitamente estreito com reduzido espaço de segurança.

Uncodiscartroses multissomáticas de C4 a C7 com osteofitose anterior e posterior.

Uncartrose ligeira de C3/C4.

 

RX COLUNA LOMBAR 2PP

Discartroses lombares de L3/L4 mas sobretudo L4/L5 e L5/S1 traduzindo discopatias com fenómenos osteofitários e artroses interapofisárias posteriores. Arqueamento dextro-convexo de grande raio lombar.

 

RX BACIA AP

Incompleta cobertura na porção mais superior e lateral de ambas as cabeças femorais sem alterações displásicas dos acetábulos.

Flebolitos na pequena bacia.

 

RX JOELHOS 2PP

Gonartrose com redução do espaço articular femoro-tibial interessando sobretudo o compartimento externo bilateralmente com osteofitose marginal grosseira. Calcificações projectadas aparentemente nos espaços articulares podendo traduzir corpos livres infra-articulares.

 

MEDICAÇÃO

Triptisol

Diazepam

Victam

Isoptin – coração

Coprobal – hipertensão

Letter – tiróide

Anti-inflamatórios quando tem muitas dores.

 

DADOS SEMIOLÓGICOS

Dor lombar e anca.

Irradia para a perna pelos meridianos da B (Bexiga), VB (Vesicula Biliar)e E (Estômago).

Agrava com esforço – se ficar em pé por exemplo.

Melhora com descanso e movimento.

Sensação de peso nas pernas.

Varizes e derrames.

Agrava com tempo húmido e alterações atmosféricas.

Muito calor ou muito frio agravam a dor.

 

CERVICAIS

Braços cansados.

Tonturas.

Dormência do membro superior.

Sintomas de humidade idênticos às lombares.

 

Tonturas que agravam com esforço físico e irritabilidade. Quando se irrita muito também surge opressão torácica e dificuldade em respirar. Não surgem palpitações.

Dormências dos membros superiores.

Braços cansados.

Cefaleia mais associada a astenia e irritabilidade.

Cefaleia no vértice, temporal e occipital.

Cefaleia e tonturas – associação directa e causal entre as duas.

Fotofobia.

Sensação de peso na cabeça.

Ambientes fechados geram cefaleia e sensação de peso.

Não está associada a tempo húmido.

 

OUTROS SINTOMAS

Cansa-se facilmente.

Por vezes sente-se agoniada.

Boca e garganta secas.

Esquece muito as coisas – ficou pior após o traumatismo craneano em Outubro de 2006.

Muita astenia física e mental.

Ideia que tem um bloqueio na cabeça.

 

DIAGNÓSTICO

Dor na perna e braço por humidade

Cefaleia e tonturas por estagnação de qi com vazio de qi.

 

ACUPUNCTURA

Só se tratou lombar e MI

3 ashi lombares

2 ashi na coluna lombar

1 ponto gatilho na região do glúteo médio.

Membro Inferior Direito: 30VB, 31VB, 40B, 34VB, 60B.

 

2ª CONSULTA

 

REACÇÕES

Na terça saiu da consulta a sentir as pernas dormentes. Durante a noite não teve dor e acordou de manhâ sem dor. A perna esquerda doeu um pouco. Dói mais há noite – e a direita durante o dia.

Ao fim do dia sente que conseguiu ficar mais tempo em pé sem dor e quando esta apareceu era mais fraca.

Na quarta acordou sem dores.

Fez caminhada e esforçou muito – sente que não lhe custou tanto e teve mais facilidade em fazer a caminhada.

No final da caminhada as dores apareceram mas com menos intensidade.

Depois do almoço as dores agravaram a tentou mover o frigorifico o que ainda agravou mais as dores.

Deitou-se e sentiu alívio.

Ficou com menos dores do que costumava ter e mais dores do que teve na terça feira.

Na quinta teve pouca dor durante o dia.

Ao fim do dia a dor piorou.

Pouca dor durante a noite.

 

OUTROS SINTOMAS

Esforçou muito o pescoço na quinta à noite e ficou com cervicalgia e cefaleia.

Digestivos – tem obstipação que trata com produtos naturais – cascara sagrada.

Actualmente não sente dificuldade em fazer a digestão.

Na quarta irritou-se quando fez muito esforço e ficou com cefaleia. Paciente refere que também ficou sem capacidade de ver – parecia que via tudo branco. Nestes casos a dor é mais supra-orbital.

Não tem zumbidos mas apresenta uma sensação estranha de ter os ouvidos entupidos.

Sente que consegue falar mais sem se cansar. Mas uma vez acabou por falar demais e ficou com rigidez nas cervicais.

 

MENSTRUAÇÃO

Entrou na menopausa aos 47 anos, apareceram muitos afrontamentos e a menstruação ficou completamente desregulada (perdas e tempo descontrolados). A menstruação deixou de aparecer de vez aos 51 ou 52 anos.

 

ACUPUNCTURA

BILATERAL POSTERIOR: 3 JIAJI CERVICAIS E LOMBARES, 2 ASHI LOMBARES, 20VB, 21VB (POSSÍVEL PONTO GATILHO), 40B, 60B

UNILATERAL DIREITA: 30VB, POSSÍVEL PONTO GATILHO NO GLÚTEO MÉDIO JUNTO À INSERÇÃO COM A CRISTA ILÍACA, 31VB

UNILATERAL LMS: 2 ASHI NA COLUNA LOMBAR, 16VG, 20VG

BILATERAL ANTERIOR: 8VB, 36E, 34VB, 14VB, PONTO RAIZ DO NERVO VAGO, PONTOS GATILHO NO ESTERNOCLEYDOMASTOIDEU DIR-SUP E ESQ-INF.

UNILATERAL ANTERIOR: 31E, 34E

 

3ª CONSULTA

 

FEEDBACK

SEXTA-FEIRA

Saiu com dores da consulta

Começaram na região do taiyang e passaram para a região frontal e depois vértice da cabeça. Eram dores fortes.

Sensação de peso na cabeça e tendência para fechar os olhos.

Muita astenia e dores no peito.

Dificuldade respiratória.

Depois das 21: 30 as dores aliviaram de intensidade.

Fez alguns trabalhos domésticos e apareceram dores na anca direita. Dor fraca.

Descansou e ficou sem dores.

SÁBADO

Levantou-se bem – praticamente sem dores. Conseguia andar sem falta de força nas pernas.

Ficou com o neto e fez esforços físicos e almoço para familiares – esforçou demais e ficou com muitas dores. Foi o pior dia da semana.

DOMINGO

Passou muito mal.

Passou maior parte do dia sentada e deitada.

Dores na anca e de cabeça.

À tarde dimínuio lentamente.

Cabeça com sensação de peso e “!outras sensações esquisitas”.

Perna e lombar esquerda – dor tipo facada.

SEGUNDA-FEIRA

Poucas dores e mais na perna esquerda.

Dores surgiram com pequenas tarefas.

Cefaleia e tonturas após extender a roupa.

Astenia.

TERÇA-FEIRA

Esteve bem

QUARTA-FEIRA

Acordou com fraqueza nas pernas e astenia nos membros inferiores – sem dores nas pernas.

Teve dores várias vezes ao longo do dia.

QUINTA-FEIRA

Acordou com dores fracas, sem falta de forças. Hoje o braço esquerdo doeu muito.

 

ACUPUNCTURA

Idêntico

 

4ª CONSULTA DE ACUPUNTURA

 

FEEDBACK

QUINTA-FEIRA

Sem cefaleia

Só teve um ligeiro formigueiro no MIE (membro inferior Esquerdo) – região dos gastrocnémios.

Dor ligeira e ténue no braço e lombar.

SEXTA-FEIRA

Cefaleia frontal esporádica mais intensa e duração muito curta

SÁBADO E DOMINGO

Sintomas muito ligeiros.

Domingo fez um pique-nique e apareceu dor ligeira na perna esquerda.

Sentia-se muito cansada ao final do dia.

Sem dores fortes.

SEGUNDA-FEIRA

Dormiu mal.

Ao fim da tarde andou a subir e ficou cansada.

Falta de ar – dificuldade em respirar – surgiu cefaleia.

Quase não tinha força para falar. Dor na lombar e perna direita.

TERÇA-FEIRA

Levantou-se com dores.

Não se recorda bem do que fez ao longo do dia.

Esteve bem durante o dia.

Dormiu bem.

QUARTA-FEIRA

Ontem foi o dia em que fez mais esforços.

Sentiu-se admirada por conseguir fazer tantos esforços sem o aparecimento de sintomas.

Andou de joelhos e estes começaram a doer.

Apareceu ligeira dor no braço esquerdo.

Durante o dia sintomas muito atenuados e à noite agravaram muito.

Sensação de astenia ao fim do dia.

QUINTA-FEIRA

Levantou-se com dores mais fracas.

Ao longo do dia os sintomas apresentavam-se muito atenuados ou ausentes.

Quarta teve sensação de não ouvir bem. Esta sensação tem diminuído bem com as consultas.

 

Esta semana sentiu muito menos tonturas

 

ACUPUNCTURA

Idêntico.

 

5ª CONSULTA DE ACUPUNTURA

 

FEEDBACK

Não fez muito esforço físico. Sintomas foram leves. De sexta para sábado esteve bem com poucas dores.

SÁBADO

Não fez esforços.

Sintomas leves.

Caminhou bastante e ficou com vertigens.

DOMINGO

Falta de força nas pernas. – é a primeira vez que sente isto desde que começou os tratamentos.

Poucas dores durante a noite.

Dores leves.

SEGUNDA-FEIRA

Fez esforços físicos da parte da tarde e os sintomas agravaram.

TERÇA-FEIRA

De segunda para terça – noite com muitas dores por causa do esforço físico de 2ª feira.

Com muitas cefaleias intensas.

QUARTA-FEIRA

Foi fazer uma viagem.

Cefaleia ligeira.

QUINTA-FEIRA

Tem estado razoavelmente bem.

 

ACUPUNCTURA

semelhante

BannerFans.com

SUBSCREVE A NOSSA LISTA DE MAILS

Assina a nossa lista de mails e recebe todos os nossos artigos, promoções e cursos. Não percas nenhuma novidade!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *