Dor e Dormência nos membros superiores – Caso Clínico

Dor e Dormência nos membros superiores

dor e dormência nos membros superiores drama s queixas desta paciente do sexo feminino perto dos 60 anos, com maior incidência no membro superior direito. Outros sintomas relevantes consistiam na presença de sensação de peso no membro superior e do agravamento dos sintomas durante a madrugada.

Foi feito o diagnóstico de humidade-frio com vazio de yin e possível vazio de qi/sangue. Na 1ª consulta foi efetuado o tratamento por acupuntura. A paciente, demasiado nervosa, sofreu uma reacção vasovagal com sintomas como: sensação de enjoo, tremor das mãos, pele fria ao toque, entre outros pelo que foram retiradas as agulhas.

Dor e Dormência nos membros superiores - Caso Clínico
Dor e Dormência nos membros superiores – Caso Clínico

Na segunda consulta de acupuntura os sintomas mantinham-se idênticos. Foi efetuado o tratamento de acupuntura. 15 minutos após inserção de agulhas, a paciente começou a referir o braço mais pesado e fraco pelo que se decidiu retirar as agulhas. Também foi prescrita a fórmula, da gama de Bob Flaws, DU HUO JI SHEN TANG.

Inicialmente a paciente sentiu algumas alterações digestivas com a fórmula. Depois de aconselhada a tomar as cápsulas durante a refeição esses sintomas (dor de estômago) desapareceram. A paciente tomou as cápsulas todas até ao fim da embalagem. Nessa altura já não sentia sintomas nenhuns no membro superior (dor e dormência). Ao todo foram efetuadas 2 consultas de acupuntura.

OUTROS CASOS CLINICOS DE INTERESSE

1 – Tratar dor nas costas com acupuntura

2 – dor nos ombros tratada com acupuntura

3 – mãos dormentes e dor tipo choque elétrico

4 – tratamento de lombalgia coma cupuntura

5 – dor nas costas e falta de força no braço

CASO CLÍNICO DOR E DORMÊNCIA MEMBRO SUPERIOR

Paciente do sexo feminino com 58 anos. Consultas efetuadas no início de 2009.

QUEIXA PRINCIPAL

Dor e dormência no membro superior com mãos dormentes.

Mais frequentes no membro superior direito.

Dor crónica (não sabe especificar há quanto tempo a sente.)

Agrava de madrugada (6H).

Durante o dia não sente tanta dor. Quando aparece de madrugada fica com dificuldade em efetuar tarefas simples que exijam movimento (colocar soutien e apanhar pequenas moedas).

Começa com formigueiro na mão e depois aparece a dor que irradia pelo braço.

Sensação de peso no membro superior. Por vezes falta de força.

Dor forte que irradia.

Sem relação conhecida com pressão.

Sem relação com esforço físico.

Dor ao longo do bordo externo do braço e posterior do antebraço.

Todos os dedos ficam dormentes.

No membro superior esquerdo os sintomas são menos intensos.

Dor profunda.

OUTROS SINTOMAS

Também apresenta uma dor no ombro, diferente da queixa principal, que agrava com esforço físico.

Existência de possíveis pontos gatilho no terço superior do antebraço (desencadearam dor local e dormência nos dedos). Palpação no supra-espinhoso, infraespinhoso, escalenos, peitorais e tríceps e bíceps sem desencadearem episódios de dor referida.

Raramente tem afrontamentos.

Suores noturnos também estão presentes, em pequena quantidade, e sem relação directa (conhecida) com afrontamentos.

Trabalha por turnos – por vezes tem insônia.

Urina cor normal (não é pálida nem muito amarela) – come sopa todas as noites e não sabe dar mais informação acerca dos hábitos hídricos.

Sensação de febre vespertina ocasional.

Prisão de ventre – toma produtos naturais para ajudar – sem saber referir quais são.

Sem agitação física ou mental que considere relevantes.

Faz bem as digestões (sem náuseas ou enjoos)

Sem astenia ou sonolência.

Lombalgia (sem relação conhecida com pressão ou temperatura e acompanhada de sensação de peso.)

Palpitações quando se enerva. Irrita-se mais facilmente mas atualmente as palpitações não são tão frequentes.

Sem associar irritabilidade com sintomas de vazio de yin.

Não sabe explicar o que pode desencadear estados de irritabilidade.

As vezes tem gastralgias mas sem saber associar a fatores desencadeantes ou acompanhantes.

LÍNGUA

Varicosidades grossas.

Língua rosada, marcada pelos dentes.

Capa fina e branca com borda e ponta mais vermelhos.

PULSO

57 ppm.

Fino e tenso.

DIAGNÓSTICO

Dor e dormência nos membros superiores por humidade-frio com estase de sangue.

Vazio de yin com vazio de qi/sangue (?)

EXPLICAÇÃO

O diagnóstico de Humidade-Frio deve-se principalmente à presença da sensação de peso no membro superior com dor e dormência e agravamento com frio e durante a noite. O facto de agravar durante a noite (quando está mais frio e o braço mexe menos) e não ser tão intensa ao longo do dia indica que também existe um padrão de estase de sangue.

A existência de Vazio de Yin é sustentada na análise de outros sintomas (suores nocturnos, sensação ocasional de febre vespertina). Outros sintomas como afrontamentos também podem estar associados.

Não há sintomas que fundamentem os padrões de vazio de qi e/ou sangue. Estes podem existir face à existência de sintomas como dormência nos membros e sinais clínicos como pulso fino. Por isso são apresentados com um ponto de interrogação.

Existem ainda sintomas cuja análise não foi grandemente desenvolvida. Falo da irritabilidade que gera palpitações. Apesar de não existirem relações directas entre os sintomas de vazio de yin e de irritabilidade não significa que os padrões destes sintomas não estejam relacionados. Em segundo lugar era um padrão secundário no diagnóstico e não tinha relevância para os nossos princípios terapêuticos.

Acupuntura para tratar dor e dormência nos membros superiores

2 possíveis trigger points no terço superior do antebraço.

14IG, 11IG, 9TA, 5TA, 3TA, BAXIE

Mão direita: 9TA E 5TA

EXPLICAÇÃO

O protocolo consiste numa associação de possíveis pontos gatilho como pontos de acupuntura regulares locais. Foi dada atenção ao trajecto da dor e selecionados os pontos de acupuntura mais relevantes ou que se encontrassem mais perto das zonas mais dolorosas não sendo dada atenção a pontos para o tratamento do padrão clínico.

NOTA

Durante o tratamento as agulhas foram removidas devido a uma reacção vaso-vagal caraterizada por sensação de vômito, sensação de corpo suado, corpo frio ao toque mas sensação subjectiva de ter o corpo quente, tonturas e tremor sentia-se quando se segurava a mão. Tratamento foi interrompido.

 

CONSULTA DE ACUPUNTURA PARA TRATAR DOR E DORMÊNCIA NOS MEMBROS SUPERIORES

 

FEEDBACK

Sem alteração. Dor e dormência nos membros superiores continuam idênticos.

 

ACUPUNTURA PARA TRATAR DOR E DORMÊNCIA NOS MEMBROS SUPERIORES

5C, 7P, 6P, 11IG, 14TA, BAXIE

Dificuldade em detectar possíveis trigger points. Palpação muscular não detectou nenhum ponto capaz de desencadear os sintomas sensitivos.

Após tratamento de 15 minutos com as agulhas sentia o braço mais fraco e com maior sensação de peso. Também referiu sensação de dor pelo braço todo e dormência nos dedos. Quando se sentou sentiu-se ligeiramente indisposta. Decidi não continuar tratamento com pontos nas costas.

FITOTERAPIA PARA DOR E DORMÊNCIA NOS MEMBROS SUPERIORES

Prescrição da fórmula: DU HUO JI SHEN TANG

EXPLICAÇÃO DA PRESCRIÇÃO

A fórmula DU HUO JI SHEN TANG (da gama do Bob Flaws) é uma fórmula cujas funções consistem, primariamente, em eliminar Vento-Humidade-frio com vazio de sangue do fígado e vazio de yin do rim e deficiência de qi e sangue.

COMPOSIÇÃO DA FÓRMULA
Sang Ji Sheng (Herba Taxilli) 61 mg 12,2%
Shu Di (Radix Rehmanniae – tratada) 48 mg 9,6%
Fu Ling (Poria) 48 mg 9,6%
Du Huo (Radix Angelicae Pubescentis) 37 mg 7,4%
Qin Jiao (Radix Gentinae Macrophyllae) 37 mg 7,4%
Fang Feng (Radix Saposhnikoviae) 37 mg 7,4%
Du Zhong (Cortex Eucommiae) 37 mg 7,4%
Niu Xi (Radix Achyranthis Bidentatae) 37 mg 7,4%
Dang Gui (Radix Angelicae Sinensis) 37 mg 7,4%
Bai Shao (Radix Paeoniae Albae) 37 mg 7,4%
Ren Shen (Radix Ginseng) 24 mg 4,8%
Chuan Xiong (Rhizoma Chuanxiong) 24 mg 4,8%
Rou Gui (Cortex Cinnamomi) 12 mg 2,4%
Gan Cao (Radix Glycyrrhizae) 12 mg 2,4%
Hua Jiao (Perciarpium Zanthoxyli) 12 mg 2,4%

REACÇÕES AO TRATAMENTO DE FITOTERAPIA

Passados uns dias sentiu uma má disposição no estômago e foi aconselhada a tomar os comprimidos durante as refeições deixando de ter esses sintomas.

Não voltou a ter mais consultas de acupuntura uma vez que sentia grande intolerância às agulhas e, com a fórmula, deixou de referir quaisquer sintomas. 

ARTIGOS RELACIONADOS
ABSTRATO   Paciente do sexo feminino recorreu às consultas de acupuntura por indicação médica devido à presença de cervicalgia (dor na cervical). A dor na cervical surgira em consequência de um acidente ...
CONTINUE A LER
congestão nasal
Dor de cabeça na gravidez e congestão nasal Dor de cabeça na gravidez, dor facial e congestão nasal foram as queixas que levaram esta paciente às consultas de acupuntura. A paciente ...
CONTINUE A LER
Tratar insônia em grávidas
TRATAR INSÔNIA EM GRÁVIDAS COM ACUPUNTURA - ABSTRATO Paciente do sexo feminino com 27anos de idade que apresentava insônia desde o inicio da gravidez. Encontrava-se grávida de 4 meses (17 semanas ...
CONTINUE A LER
tratar torcicolo com acupuntura
tratar torcicolo com acupuntura clinica abstrato Tratar torcicolo com acupuntura clinica era o objetivo deste paciente do sexo masculino, na casa dos 40 anos, quando surgiu para consultas de medicina chinesa. ...
CONTINUE A LER
ABSTRATO Paciente do sexo feminino na casa dos 30 anos e correu às consultas de acupuntura devido à existência de dor no ombro que surgiu em consequência de um acidente de ...
CONTINUE A LER
dor no pé tratada com acupuntura
Dor no pé tratada com acupuntura abstrato Dor no pé era a queixa apresentada por esta paciente do sexo feminino, de 53 anos, quando recorreu às consultas de acupuntura. A dor ...
CONTINUE A LER
ABSTRATO Paciente do sexo masculino, entre os 30-35 anos, recorreu às consultas de acupuntura devido à presença de dor no joelho. A dor era moderada e consequência de uma rotura de ...
CONTINUE A LER
Pontos gatilho e diagnóstico: um quase romance
É comum observar-se pacientes com pontos gatilho em vários músculos. Muito comum em clínica é observar-se uma ligação entre pontos gatilho na parte superior do trapézio e no esternocleydomastoideu. Estes ...
CONTINUE A LER
dor no ombro
dor no ombro com irradiação pelo braço Paciente do sexo masculino com 40 anos de idade recorreu às consultas de acupuntura devido à presença de dor no ombro que irradiava pelo ...
CONTINUE A LER
ABSTRATO   Paciente do sexo feminino recorreu às consultas de acupuntura devido a dor nos braços. A dor era muito intensa e não tinha respondido à terapêutica médica. As dores surgiram em ...
CONTINUE A LER
Cervicalgia, cefaleia, tonturas, enjoos, alterações de visão e
Dor de cabeça na gravidez e congestão nasal
Tratar insônia em grávidas
tratar torcicolo com acupuntura
Dor no ombro por acidente de trabalho
Dor no pé tratada com acupuntura
Dor no joelho – caso clínico
Pontos gatilho e diagnóstico: um quase romance
dor no ombro com irradiação pelo braço tratada
Dor nos membros superiores tratada com acupuntura

Comments

  1. João Mendes says

    Saudações Nuno
    Apenas a titulo de comentario, não percebo porque remetes sempre os casos clinicos para o pessoal de abandona o tratamento, é como não ter a cereja em cima do bolo. Atenção longe de mim considerar erróneo o teu diagnóstico.
    Mas o que me fez chatear-te é o meu desconhecimento pela formulas da gama do Bob Flaws, como estudo na UMC não utilizamos esta gama, mas gostaria de a conhecer, será que me podes orientar para informação existente e lojas/formecedores onde se compram.
    Atenciosamente……..

  2. nuno lemos says

    Boas João
    Este caso serve para mostrar que alguns pacientes não toleram a acupunctura. No entanto foi possível tratar esta doente com matéria médica. Foi um sucesso.
    Por mais até ao momento os casos clínicos que eu tenho publicado não tem sido de abandono. tem sido de sucesso. Tenho alguns casos muito interessantes de sucesso e abandono que, no seu devido tempo, serão publicados. O que interessava mostrar neste caso é que neste tipo de pacientes, muitas vezes, a matéria médica consegue compensar a intolerância ao tratamento de acupunctura.
    Neste momento tanto quanto sei esta gama só é vendida já a profissionais e não a alunos. De qualquer forma irei pedir aos donos para publicar aqui os contactos de compra e venda.
    No entanto, se quiseres conhecer as fórmulas aconselho-te a ler a minha categoria sobre fórmulas de Meedicina Chinesa:

    aqui já tens 4 fórmulas. Algumas são do Maciocia outras são do Bob Flaws.
    Espero que gostes
    abraço e bons estudos

  3. João Mendes says

    Obrigada Nuno
    Desde já peço desculpa pois escapou-me a ultima frase, deduzindo em erro o meu comentário.
    Agradeço-te a informação e espero que tenhas exitos nos teus contactos, penso que seria uma mais valia para todos.
    Atenciosamente……..

  4. carolina itien says

    Saudações,
    Antes de mais nada agradecer sua iniciativa pelo blog.Paciente de sexo femino com mais de 50 anos, sudorese noturna(盗汗),dores que pioram à tarde……tudo leva a yin fraco, peso nos membros eu atribuiria a falta de circulação uma vez que a lingua nem o pulso apresentaram isso os sintomas piorarem a noite me leva novamente a falta de yin, a irritabilidade e as palpitações seriam explica pela falta de yin dos rins que afeta o coração, os pontos escolhidos seria de uma sindrome de atrofia, a formula é uma formula muito usada na China para idosos com exceção do xi xin (细辛), que não aparece na formula mas pelo menos aqui essa formula é usada e de otimos efeitos quando o formigueiro é nos membros inferiores foi muito bom saber que ela traz bons resultados aos membros superiores, espero que não seja mal interpretada apenas gostaria de entender certos pontos do diagnostico e tratamento.

  5. nuno lemos says

    Boas Carolina. Ainda me há-de ensinar como se coloca esses caracteres chineses quando escreve. Eu gostaria de adicionar alguns a textos especificos. lolol e nem sei fazer isso.
    Relativamente ao diagnóstico deste caso:
    sudorese nocturna – vazio de yin.
    as dores não pioram à tarde mas sim de madrugada. O agravamento de sintomas durante a noite é um sintoma yin mas não significa que seja um sintoma de vazio de yin. São coisas diferentes. A característica de agravar durante a noite é típica da estase de sangue. As principais características da dor por estase de sangue são: dor fixa, tipo facada, melhora com movimento e agrava à noite. Por outro lado a associação coma noite – frio e imobilidade – pode indicar a existência de um quadro de frio.
    Relativamente à sensação de peso: pode ser falta de circulação. Assim como a dormência. O que é relevante é que a sensação de peso é um sintoma característico do padrão de humidade-mucosidade.
    Associando a dor com sensação de peso e agravamento à noite indica a existência de um padrão de humidade com estase de sangue o que é muito comum.
    Se reparar no diagnóstico escrevi:
    Dor no MS por humidade-frio com estase de sangue.

    Vazio de yin com vazio de qi/sangue (?)

    Separei estes 2 diagnóstico pois, como expliquei, não existe associação imediata entre eles. os sintomas da queixa principal indicam humidade-frio e estase de sangue.
    Relativamente ao que escreveu:
    “a irritabilidade e as palpitações seriam explica pela falta de yin dos rins que afeta o coração,” É uma possibilidade mas não temos nada na análise semiológica que o garanta. É uma possibilidade entre outras. Porque não uma estagnação de qi do fígado a atacar o coração? Porque não humidade-calor do fígado a atacar o coração? São outras hipóteses. Eu não posso fundamentar um diagnóstico no “pode ser”. Ou tenho dados semiológicos que me garantem isso ou deixo a hipótese em aberto. De qualquer forma o que é realmente relevante é poder saber qual o padrão clínicpo associado à queixa principal. É isso que nos permite actuar com objectividade.
    Finalmente escreveu: “espero que não seja mal interpretada apenas gostaria de entender certos pontos do diagnostico e tratamento.” Não é mal interpretada de forma nenhuma. Eu não estou certo 100% dos casos e a lógica da publicação destes casos é exactanmente fazer com que alunos e profissionais os possam discutir. Qualquer dúvida ou ponto de desacordo deve ser expresso e posto a discussão. Na realidade é este tipo de comentários que eu mais gosto de ver nestes textos. Se quiser comentar os meus outros casos clínicos eu agradecia.
    abraços

  6. carolina says

    De agradeço a compreensão.Porque não uma estagnação de qi do fígado a atacar o coração?Sem agitação física ou mental que considere relevantes.Faz bem as digestões (sem náuseas ou enjoos), o qi do figado traria alterações não só na parte psicologica como tambem na parte digestiva, em contra partida possui lombalgia.Porque não humidade-calor do fígado a atacar o coração? Para atacar outro orgão estaria num estagio mais avançado e possuiria sintomas tipicos, e reclamações do hipocondrio, digestão e temperatura corporal, a lingua com saburra fina e branca tambem descarta essa possibilidade.O inserção do hanji (盗汗)foi proposital pois a tradução literal seria ¨ladrão de suor¨tipica da falta de yin, é ladrão pois nas fases iniciais o paciente sua a noite porém quando acorda esse suor já secou em fases mais agudas ou cronicas que o paciente percebe, a constipação foi outro fator que me levou a pensar em falta de yin foi a constipação cronica uma vez que falta de yin faz os fluidos tambem ficam insulficientes.Outro ponto seria, a humidade é tensa e pesada tende a atacar as partes inferiores. Eu não tenho pretensão alguma de falar que estou certa e agradeço sinceramente por voçê ser o profissional que é, nossa profissão já tem muitas pedras para ultrapassarmos temos que nos unir e para isso temos que falar abertamente e nos expor para que as pessoas vejam que isso não é uma religião e sim uma ciencia.Mais uma vez obrigada e abraços.

  7. nuno lemos says

    Boas Carolina. Relativamente ao diagnóstico:
    escreveste: “Porque não uma estagnação de qi do fígado a atacar o coração?Sem agitação física ou mental que considere relevantes.Faz bem as digestões (sem náuseas ou enjoos), o qi do figado traria alterações não só na parte psicologica como tambem na parte digestiva, em contra partida possui lombalgia.”
    agitação física e mental são características do vazio de yin. A Estagnação de qi do fígado pode trazer agitação psiquíca… ou não. Também pode provocar apatia e depressão por exemplo. Por outro lado a estagnação de qi do fígado provoca sintomas digestivos quando ataca os órgãos como o baço ou o estômago. A lombalgia não é uma contrapartida. Na realidade nem tem nada a ver com queixa principal e não existe nenhuma relação com os outros sintomas.
    escreveste: “Porque não humidade-calor do fígado a atacar o coração? Para atacar outro orgão estaria num estagio mais avançado e possuiria sintomas tipicos, e reclamações do hipocondrio, digestão e temperatura corporal, a lingua com saburra fina e branca tambem descarta essa possibilidade.”
    A análise semiológica mostrou uma relação directa entre irritabilidade e palpitações. Isso demonstra a relação entre os 2 órgãos. É a ausência de outros sintomas que não permitem concluir o padrão clínico. Por isso eu levantei essas questões. Apesar de não concordar com a menção da digestão – uma vez que não é obrigatório a sua existência – concordo com a temperatura corporal. São os sintomas dos padrões clínicos que mencionei. Um padrão de humidade-calor teria aumento de temperatura e outros sintomas como sensação de peso, por exemplo. Relativamente à língua surge outro problema. A paciente demonstra a existência de vários padrões clínicos mas só tem uma língua. lolololol Questão: a língua então denuncia qual dos padrões clínicos? lolol Esta é quase uma questão existencialista para nós. lolol
    Escreveste: “a constipação foi outro fator que me levou a pensar em falta de yin foi a constipação cronica uma vez que falta de yin faz os fluidos tambem ficam insulficientes”
    por constipação penso que te referes à obstipação. lolol Este sintoma também me leva a pensar em termos de vazio de yin. Mas existem outros padrões como a estagnação de qi qu a podem provocar. A questão neste caso é não é relevante porque não está relacionado com a queixa principal que era dor e dormência no membro inferior. Os sintomas desta queixa eram especificos de outros padrões.
    Relativamente ao resto, lolol: eu também não tenho pretensão de saber tudo. lolol e adoro realmente estas discussões e gostaria muito se as pudessemos continuar. Até já estou a pensar em remodelar os casos para os tornar mais apresentáveis e começar a publicar muitos casos novos para podermos discutir. lolol Também acredito que nos devemos manter unidos. Se reparares a nossa desunião, em Portugal, vem do desacordo relativamente aos cursos e regulamentação. Neste tipo de discussões não existe desunião. Como já escrevi anteriormente é a formação e o conhecimento que devem ser a base da nossa união.
    Para terminar gostaria só de te pedir que me tratasses pelo nome. Se pudessemos ter um contacto mais informal sem você ou títulos de Dr. seria bom. lolol
    abraços e continuação de excelentes comentários

  8. carolina says

    Olá, Nuno
    Escreveste ¨Relativamente à língua surge outro problema. A paciente demonstra a existência de vários padrões clínicos mas só tem uma língua. lolololol Questão: a língua então denuncia qual dos padrões clínicos?¨A lingua e o pulso acho fundamentais pois diagnostico é uma coisa complexa por vários fatores que poderia passar talvez um dia inteiro falando sobre isso mas o mais crucial seria mesmo o paciente pois uma pessoa sem conhecimento nenhum em medicina poderia me falar que só vai ao banho de 3 em 3 dias e falar que seus intestinos funcionam perfeitamente(isso já me acontenceu) ou me descrever sensações e sintomas com palavras medicas das quais não possui dominio pleno, o paciente pode apresentar varias sindromes uma vez que o corpo humano funciona como uma irmandade aonde um esta fraco e outro tenta socorre-lo mas é logico que se isso se estender por um longo periodo o socorrista tambem precisara de ajuda e isso é muito visto em casos de deficiencia, porém o corpo não mente e a lingua e o pulso vão mostrar quem precisa primeiro de socorro (表里),quanto a remodelar seus casos não acho que precise só resolvi postar porque esta muito bem escrito afinal se não fosse assim como poderia opinar sobre o que não estou vendo, e por ultimo quanto aos hanzi te ensino com todo o prazer só acho que seria melhor por contato direto atraves de email.Abraço.

  9. nuno lemos says

    Boas Catarina.
    Quando coloquei esta questão e a defini como uma questão existencialista foi de propósito. O problema é que um paciente pode ter vários padrões clínicos sem relação entre si mas só tem uma língua. Dou-te um exemplo: paciente com dormência nas mãos por humidade-frio com estase de sangue, palpitações por estagnação de qi do fígado e lombalgia por humidade-calor. Uma vez que o paciente só tem uma língua qual dos padrões clínicos estão descritos na língua? Todos ou só um deles? Se todos a língua vai demonstrar uma variedade tal que se torna inviásvel em termos de informação de diagnóstico. Se só descrever um deles e não for aquele que nos interessa tratar qual o seu valor semiológico para nós?
    Dou-te outro exemplo prático: pacientes com vazio de yin apresentam língua vermelha e pacientes com vazio de yang apresentam língua pálida. Pacientes com vazio de yin e yang podem apresentar língua rosada. Neste caso os 2 padrões clínicos influenciam a língua.
    Depois ainda tens outro problema para podermos discutir: a língua exprime, de acordo com ateoria da MTC, o estado funcional dos órgãos. Neste caso qual o seu valor semiológico quando falamos de problemas que não afectam explicitamente os órgãos, pelo menos tal como são analisados na teoria dos 5 elementos? Esta última questão e também uma provocação. lololololol Mas nela está implícita outra questão existencialista. lolololol

  10. silvia maia says

    olatd bem? bem ando tendo muitas dormencias durante a noite,tenho 35anos o coração parece que vai parar a qualquer momento e vem piorando a cada dia o que sera ????/agradeço pela sua resp

  11. nuno lemos says

    Boa tarde, Silvia. Somente com estes sintomas e sem uma análise mais desenvolvida fica difícil para mim comentar algo acerca do seu caso, na perspectiva da medicina chinesa. Os 2 conselhos que tenho a dar são os seguintes:
    1 – em primeiro lugar procure acompanhamento médico de forma a ser diagnosticada pela medicina ocidental.
    2 – caso deseje marque uma hora na clínica policonsult onde para que eu possa fazer um diagnóstico decente e minimamente fundamentado. Caso não vivas na área de Lisboa, se desejar diga-me onde vive e eu tento encontrar um terapeuta na área. Para me enviar a sua morada sirva-se do meu mail particular, que encontra no topo de página.
    votos de melhoras

  12. Mércia says

    bom dia estou ultimamente sentido muita dormencia no lado esquerdo do corpo, as vezes toma meu corpo todo como se fosse eu entrando dentro de um tonel de gelo ate minha cabeça.oque pode ser ?estou tao preocupada parece que vou morrer

  13. nuno lemos says

    Boa tarde Mércia. Como já pode ter observado da discussão que se seguiu existem, em MTC, alguns padrões clínicos que podem estar associados a esse tipo de sintomas desde a Humidade à estagnação. Só pelo sintoma em si eu não consigo chegar ao diagnóstico. Para tal preciso de analisar os sintomas acompanhantes, os factores agravantes, etc… Se tiver possibilidade de se dirigir à clínica Policonsult ou ao Gabinete de Saúde (4ª eiras) eu poderei ver o caso com mais algum cuidado. Caso não viva perto eu aconselharia a procurar um especialista na sua zona de residência. Obviamente que isto não implica prescindir de tratamento ou aconselhamento médico.
    as melhoras

  14. Ana says

    Submrti-me ao 1º tratamento de Acunpuntura, numa clínica em que dizem que os profissionais são licenciados, pois a pessoa que administrou-me o 1º tratamento é chamada de Drª. O diagnóstico foi efectuado pelo proprietário da clínica, licenciado em medicina chinesa.
    Sofro também de artroses, no mesmo dia do tratamento, senti picadas nos dedos dos pés, dores e inchaços nos joelhos, principalmente o esquerdo.
    Perguntei a profissional se a acunpuntura poderia provocar reacções nalguns casos, a resposta foi é impossivel !
    perguntei e pessoas sujeitas a alergias?
    Respondeu-me as agulhas são anti-alérgicas, também não?
    Continuo com os joelhos inchados e pouco dormi com dores no joelho esquerdo.
    Estou com receio de fazer o 2º tratamento, vou falar com o médico que me diagnosticou, e receitou alguns medicamentos chineses.

  15. nuno lemos says

    Boa tarde Ana
    Não lhe consigo dizer se o agravamento pode ser devido à acupunctura, fitoterapia (medicamentos chineses) ou somente uma coincidência com o tratamento.
    Peço desculpa por não conseguir ajudar mas os dados que providencia não me permitem tirar nenhuma conclusão.
    abraço e as melhoras

  16. Raimunda dos Santos Aires says

    Gostaria de saber o que provoca dormença e formigação nos membros superiores, principalmente a noite. É uma doença? Tem cura? E como se chama? Qual o especialista?

  17. nuno lemos says

    Boa tarde
    Em termos de medicina ocidental o sintoma pode ser desencadeado por algum problema nas cervicais. Aconselhava-a a procurar o seu médico de família em relação a esse problema.
    Após isso caso queira pode consultar um especialista em MTC. Basta procurar na sua área de residência.

    Atentamente

  18. Fátima says

    Há 4anos atrás, a paciente teve um TC, como consequência teve monoparesia braquial do braço direito, tomou remédios, mais de 1ano e meio para cá, tem reclamado de dormência e perda de sensibilidade da mão direita (direito), sem dor alguma. Língua rosada, saburra fina ,úmida, rachadura em TRM até TRS .

  19. Carlos Valente says

    Desejo saber informações sobre dormências nos MS e MI, quais as causas, mediante um paciente com problemas já diagnosticado de circulação, artérias. Por favor me ajudem a ajudar minha mãe.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *