dor no membro inferior tratada com acupuntura/acupunctura

ABSTRATO

Paciente do sexo masculino na casa dos 30 anos apresentava dor no membro inferior fazia vários meses.
Exames médicos demonstravam a existência de redução da espessura discal L4-L5 e L5-S1 e canal ósseo lombar com dimensões estenóticas.
O médico aconselhou o paciente a não ser operado de imediato, a não ser que as dores não desaparecessem e se tornassem incapacitantes.
A medicação ocidental ajudava a aliviar as dores temporariamente mas não tinha efeitos duradouros. Experimentou osteopatia sem grande resultado e decidiu frequentar sessões de acupunctura.
A análise semiológica evidenciou a existência de um padrão de Humidade por Vazio de Qi. A terapêutica usada foi a acupuntura e, nesta, deu-se atenção à selecção de pontos de acordo com o sistema nervoso.
Na medida em que os tratamentos decorreram, o número de agulhas foi diminuido devido a aumento de sensibilidade por parte do paciente.
No total foram feitas 6 sessões de acupuntura – a contar com a primeira consulta onde também é efectuado tratamento -, inicialmente semanalmente, e na fase final de 2 em 2 semanas.
Ao final das 6 sessões deu-se por terminado o tratamento. O paciente já não apresentava nenhum sintoma. Foi aconselhado fazer mais algumas consultas espaçadas de 4 em 4 semanas e a não esforçar demasiado a coluna.

BannerFans.com

CASO CLINICO

1ª CONSULTA

Paciente do sexo masculino com dor no membro inferior. Tratamentos com início em Dezembro de 2007.

DADOS MÉDICOS

Redução da espessura discal L4-L5 e L5-S1.
Canal ósseo lombar com dimensões estenóticas.
Segundo o doente, o médico aconselhou-o a não ser operado de imediato. Aconselhou a operação caso as dores não desaparecessem e se tornassem insuportáveis. O objectivo do doente é eliminar a dor para não ser operado de imediato.

DADOS SEMIOLÓGICOS
Dor no bordo posterior do membro inferior esquerdo (ao longo do meridiano da Bexiga).
Sensação de peso no membro inferior associada à dor.
Sensível a alterações atmosféricas.
Calor ou frio não são factores agravantes ou atenuantes da dor. Só mudanças de temperatura tem relação com dor.
Tensão muscular sentida nos músculos posteriores do membro inferior. Gastrocnémios em tensão durante a palpação.
Dor sentida em profundidade, mais junto ao osso.
Dor agrava ao fim do dia.
Por vezes aparece durante a noite.
A dor é tipo moínha. Esta característica não se altera.
Por vezes agrava com movimento e outras melhora.
Se passar o dia todo sentado não sente dor.
A dor agrava com flexão da coxa.
Dormência no membro inferior, no pé, na região do meridiano da vesícula biliar e bexiga.

DIAGNÓSTICO
Dor por Humidade associada a uma deficiência de qi. O tendino muscular apresenta sintomas de plenitude e de deficiência pelo que é possível que o factor patogénico se esteja a instalar em profundidade.

PRINCÍPIOS TERAPÊUTICOS
Aliviar a dor.

ACUPUNCTURA
Jiaji na região lombar e sagrada (L3, L4, L5 e S1), pontos ashi no Du Mai, 30VB, 36B e 37B, 40B, 57B e 41VB.
O ponto 30VB é o ponto mestre do membro inferior.
36B e 37B são pontos locais associados à presença da dor e dificuldades de movimento.
O ponto 40B trata lombalgia e dor ao longo do meridiano. Era um ponto que se encontrava doloroso.
57B trata tensão muscular nos gastrocnémios e ajuda a aliviar a dor.
41VB é um ponto local no pé que ajuda a tratar a dormência.

BannerFans.com

ANÁLISE DA COMBINAÇÃO
Estes pontos foram seleccionados de acordo com os princípios de selecção de pontos de acordo com o sistema nervoso. Os pontos 30VB, 36B e 37B ficam localizados no nervo ciático. O ponto 40B fica no nervo tibial. O ponto 57B tem relação com o nervo sural e o ponto 41VB tem relação com o nervo peroneal profundo. Estes últimos nervos são ramificações do nervo ciático.
Todos os pontos são locais, logo não existem pontos distais.
Pontos do mesmo meridiano: meridiano da vesícula biliar (30VB e 41VB) e meridiano da bexiga (36B, 37B, 40B e 57B).<
Pontos de meridianos do mesmo par: não tem.
Pontos de meridianos acoplados: não tem.
Pontos anteriores/posteriores: não tem.
Pontos da parte superior e inferior do corpo: não tem.
Punctura unilateral: todos os pontos foram efectuados na perna afectada.

2ª CONSULTA

DADOS SEMIOLÓGICOS
Sábado passado esteve bem sem problemas.
Domingo foi à caça e na segunda sentiu grande contracção muscular nos músculos internos da coxa (adutores, pectíneo, etc…).
A partir de 3ª feira a dor apareceu e voltou a desaparecer na 5ª e 6ª feira.
Nesta altura a dor esteve mais localizada no ponto 37B que no ponto 36B.
Sensação de peso diminui-o.
Refere que se sente melhor com o frio.
Sem contracção muscular nos gémeos.
Teve cãibras nos pés.
Dormência no pé ao longo do meridiano da vesícula biliar desapareceu. Neste momento mantên-se alguma dormência ao longo do meridiano da bexiga no pé.
Andou melhor e conseguiu andar durante mais tempo sem o aparecimento da dor. Nesta altura que andou mais teve uma dor pouco intensa.
Diminui-o o número de comprimidos que tomava para a dor de 2 para 1 (estes comprimidos foram prescritos pelo médico e deveriam ser tomados nas alturas em que a dor fosse mais intensa).

PRINCÍPIOS TERAPÊUTICOS
Aliviar a dor.

ACUPUNCTURA
Jiaji lombares e sagrados (L3, L4, L5 e S1), ashi no meridiano do du mai, 30VB, 36B, 37B, 40B, 57B, 60B, 62B, 63B.
Adicionaram-se os pontos 60B, 62B e 63B e retirou-se o ponto 41VB. Esta alteração visa combater a sensação de dormência no pé.
Durante o tratamento acabaram por não ser puncturados os pontos 40B e 63B uma vez que o paciente sentiu estimulações muito fortes noutros pontos.

3ª CONSULTA

DADOS SEMIOLÓGICOS
pouca dor ao longo da perna. Diminui-o a intensidade, a frequência e a duração da dor.
Diminui-o sensação de peso.
Após a 2ª consulta sentiu a região lombar um pouco mais presa.
Esta semana não tomou medicação para a dor.
No pé só o calcanhar se encontra muito dormente. A dormência no resto do pé quase que desapareceu.

PRINCÍPIOS TERAPÊUTICOS
Aliviar a dor.

ACUPUNCTURA
Jiaji (L4 e L5), 23B, 3VG, 30VB, 37B, 60B, 41VB.
Também se usou um ponto ashi no calcanhar muito doloroso. Foi estimulado o ponto a retirada a agulha de imediato.
O paciente começa a demonstrar grande sensibilidade às agulhas.

4ª CONSULTA

DADOS SEMIOLÓGICOS
Sem dor na perna.
Ligeira dormência no meridiano da bexiga no pé.
Ligeira sensação de peso sentida após viagem prolongada.
Contínua sem tomar medicação para a dor.
De tempos a tempos ainda sente cãibras nos pés.

PRINCÍPIOS TERAPÊUTICOS
Aliviar a dormência.
Prevenir o reaparecimento da dor.

ACUPUNCTURA
2 jiaji lombares (L4 e L5), ponto ashi no meridiano do dum ai, 30VB, 37B e 60B.

5ª CONSULTA

DADOS SEMIOLÓGICOS
Sem queixa alguma.

PRINCÍPIOS TERAPÊUTICOS
Prevenir o reaparecimento dos sintomas.

ACUPUNCTURA
Ponto local perto da L5 e S1, 37B e 60B.

6ª CONSULTA

DADOS SEMIOLÓGICOS
Sem queixa alguma.

PRINCÍPIOS TERAPÊUTICOS
Prevenir o reaparecimento dos sintomas.

ACUPUNCTURA
Jiaji lombares (L4, L5), 37B, 57B, 60B.

NOTA: as 2 últimas consultas foram dadas com 2 semanas de diferença e as primeiras consultas tiveram 1 semana de intervalo. 

ARTIGOS RELACIONADOS
ABSTRATO Paciente do sexo feminino com 53 anos de idade, recorreu às consultas de acupuntura devido a uma queda grave dada 1 mês antes. Após a queda a paciente referia a ...
CONTINUE A LER
ABSTRATO   Paciente do sexo masculino recorreu às consultas de acupunctura devido a dormência na coxa, dor na perna, tensão muscular e inflamação na região lombar. O tratamento usado foi eletropuntura (acupunctura elétrica) ...
CONTINUE A LER
Paciente do sexo masculino com idade compreendida entre os 75 e 80 anos recorreu às consultas de acupunctura devido a dor nos membros inferiores provocada por doença nos vasos sanguíneos. ...
CONTINUE A LER
Paciente do sexo masculino, na casa dos 40 anos, surgiu no consultório com dor intensa no pescoço que dificultava os movimentos. As queixas de torcicolo duravam há 1 semana tendo ...
CONTINUE A LER
Pontos gatilho e diagnóstico: um quase romance
É comum observar-se pacientes com pontos gatilho em vários músculos. Muito comum em clínica é observar-se uma ligação entre pontos gatilho na parte superior do trapézio e no esternocleydomastoideu. Estes ...
CONTINUE A LER
ABSTRATO Paciente do sexo feminino, com 60 anos de idade, recorreu às consultas de acupuntura devido a dor que irradiava pelo nervo ciático seguindo pelos nervos peroneais. A paciente tinha feito 4 ...
CONTINUE A LER
ABSTRATO   Paciente do sexo masculino com 40 anos de idade recorreu às consultas de acupuntura devido à presença de dor no ombro que irradiava pelo músculo bíceps braquial. A dor era localizada ...
CONTINUE A LER
ABSTRATO Paciente do sexo masculino com 69 anos de idade, recorreu às consultas de acupuntura devido à presença de dor na coluna e nádegas que irradiava para os membros inferiores. O paciente ...
CONTINUE A LER
Paciente do sexo feminino, na faixa etária dos 30-35 anos. Apresentava queixas intensas relativas a um mau funcionamento intestinal com diarreia, dor e borborismos como principais sintomas. Foi diagnosticada pela ...
CONTINUE A LER
ABSTRACTO Paciente do sexo feminino com 53 anos de idade. Apresentava uma história complicada de dor ciática e lombalgia desencadeada por 2 hérnias discais na região lombar e inflamação do trocanter. ...
CONTINUE A LER
tratamento de dor e fortalecimento muscular com acupuntura
dor, dormência, inflamação e tensão muscular
dor na perna e acupunctura
tratar torcicolo com acupunctura
Pontos gatilho e diagnóstico: um quase romance
ciatalgia e tratamento com acupuntura
dor no ombro com irradiação pelo braço
dor na coluna e nádegas com irradiação para
Caso clinico – tratamento de síndrome do intestino
Ciática e fobia à acupunctura

BannerFans.com

Comments

  1. Barbosa says

    Nuno,
    Li o teu caso atentamente, e fiquei com umas dúvidas para te colocar. Quanto à parte dos pontos utilizados para aliviar as dores do paciente não tenho nenhuma questão compreendo bastante bem a tua escolha; a dúvida que me prende é a seguinte, dado que diagnosticaste ao paciente dor por humidade devido a uma deficiência de Qi, não se deveriam ter feito pontos para eliminar a Humidade e/ou tonificar o Qi? No caso de se ter que fazer alguma coisa relativamente a estes quadros energéticos, poderias fazer um tratamento só com fórmulas e nas consultas tratar só o problema da dor?

    Um Abraço

  2. nunol says

    Boas Lúcio. Os sintomas indicavam tanto um quadro de humidade como um quadro de deficiência. Ñão tive dados que me permitissem dizer que aquele quadro de humidade era devido a um vazio de qi. Por isso refiro os tendino musculares. Alguns sintomas podem indicar que a doença se está a instalar em profundidade no tendino-muscular.
    Caso eu tivesse usado fitoterapia poderia ter feito o que tu indicas. Tratar os síndromes energéticos com fitoterapia e a dor com acupunctura. Mas neste tipo de casos costuma ser fácil eliminar os sintomas só com acupunctura. Dei atenção a este tipo de protocolo porque a acupunctura é maioritariamente sintomática.
    Espero ter respondido às tuas dúvidas.
    Abraço

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>