Acupuntura e cirurgia: novas formas de intervenção

Nuno Lemos ACUPUNTURA TRADICIONAL CHINESA 2 Comments

Acupuntura e Cirurgia: inovação clínica

Na medida em que a Medicina Chinesa começou a tomar contacto com a Medicina Ocidental e a Ciência Ocidental foi adoptando novas formas de intervenção. A acupuntura elétrica é um exemplo sobejamente conhecido em que se começou a aplicar a passagem de corrente eléctrica através de agulhas de acupuntura. Outro exemplo é a forma como se combinam técnicas de acupuntura e cirurgia.

Neste pequeno texto pretendo falar de outras técnicas menos conhecidas. Nomeadamente o uso de técnicas de cirurgia na acupuntura. Não falo do uso da acupuntura em cirurgias mas sim o inverso. Evidentemente que a medicina chinesa começou a usar estas técnicas antes do seu encontro com a medicina ocidental. No entanto, este encontro, permitiu desenvolver novas técnicas.
Também deixo aqui o aviso de que este texto pretende só informar acerca destas técnicas e não fará nenhuma menção mais pormenorizada das mesmas, nem das técnicas assépticas a ser usadas. É um texto a título informativo somente.

Técnicas de acupuntura e cirurgia

Existem várias técnicas de acupuntura e cirurgia. Uma delas é conhecida como “método de perfurar activamente” ou “método que corta a raiz”. Esta é uma técnica tradicional de sangria que consiste em perfurar tecido fibroso em determinadas zonas do corpo. A obra Acupunctura: Um Texto Compreensível escrito pela Shangai College of Tradicional Chinese Medicine e editado por O´Connor e Bensky refere que esta técnica foi mencionada pela primeira vez no clássico Spiritual Áxis. A técnica consiste em inserir a agulha, num ângulo quase horizontal, e faze-la sair novamente da pele noutro lado. A agulha é, depois, girada várias vezes até se enrolar nela o tecido fibroso e removida juntamente com esse tecido fibroso. Uma variante actual é passar uma agulha de cirurgia com fio e puxar esse fio para trás e para a frente removendo o tecido fibroso.

Outra técnica de acupuntura e cirurgia é conhecida como “método de incisão” ou “cortar a gordura”. Nesta técnica faz-se uma pequena incisão através da qual se retira uma pequena quantidade de tecido adiposo. É usada para fortalecer o corpo e ajudá-lo a resistir à doença. Após a pequena incisão deve massajar-se a área envolvente.

Acupuntura e cirurgia usa fios de sutura

Existem novos métodos, que começam a ser muito falados, envolvendo os fios de sutura. 3 métodos são conhecidos: “colocar fio de sutura nos pontos”, “implantação de fio de sutura” e “laçadas nos pontos”. No método “colocar fio de sutura nos pontos” é usada um agulha com fio de sutura. A agulha penetra no tecido muscular por baixo do ponto e sai do outro lado. O fio é cortado rente à pele e deixado no local. Na segunda técnica “implantação de fio de sutura” é efectuado uma incisão com bisturi e usada uma pinça hemostática nos tecidos superficiais. Faz-se uma massagem local com essa pinça na zona dolorosa e depois é colocado um fio de sutura a nível do músculo. O fio fica na zona mais superficial do músculo. “laçadas nos pontos” é a última técnica deste trio. São duas as diferenças desta técnica com a primeira. Por um lado efectua-se a incisão com o bisturi em primeiro lugar. Depois insere-se o fio de sutura mas não se corta rente à pele. Pelo contrário. Estica-se o fio e faz-se um laço com o fio já esticado. Estas são algumas das técnicas usadas.

Como mencionado anteriormente, estas técnicas não estão descritas ao pormenor. Não descrevi, por exemplo, a importância da administração de anestésico local para a concretização desteas técnicas. Também não referi quais as situações clínicas mais prováveis ou os pontos onde elas se efectuam com maior regularidade assim como as principais reacções secundárias a este tipo de problema.  Este pequeno texto serve somente para dar uma ideia ao leitor de que existem outras técnicas mais complexas e muitas vezes desconhecidas. É evidente que no Ocidente estas técnicas não são usadas pelos acupunctores uma vez que não estão habilitados nem treinados para as realizar com sucesso.

BIBLIOGRAFIA

Shangai College of Tradicional Chinese Medicine; Acupunctura Um Texto Compreensível; Ed. ROCA, 1ª edição, 1996, ISBN 85-7241-141-0, São Paulo.

Comments 2

  1. Post
    Author

    Boa tarde Silvia
    Eu não dou cursos sobre incisão nem sei fazer. Apesar de existirem estas modalidades na China elas não são aplicadas em Portugal. Ou pelo menos não o deveriam ser uma vez que os acupuntores não tem formação para tal.

    Atentamente

Deixar uma resposta